The End

Nos últimos quatro dias, finalmente tive tempo para rever os filmes do diretor Stanley Kubrick. No passado, vi suas produções em momentos muito diferentes entre si – ficou pouca coisa, já que a minha memória é fraca como a de uma galinha.

O resultado foi uma sensação boa, evidente. Impressionei-me com a maneira magistral com que Kubrick terminava seus filmes. Dos muitos, alguns eu postei abaixo: Alice (interpretada por Nicole Kidman em De Olhos bem fechados) avisando ao marido sua conclusão para os estranhos acontecimentos vivenciados pelo casal; Alex (Malcom McDowell em Laranja Mecânica) movimentando seus olhos lunáticos segundos antes de ser invadido por uma visão; a jovem alemã distraindo os soldados com um hino de guerra em Glória feita de sangue; e Vera Lynn cantando We’ll Meet Again em Dr. Strangelove. Era como se a cena final para Kubrick fosse muito, muito mais do que a solução do enredo apresentado nas cenas anteriores. Talvez um aviso, permeado de ceticismo, para a humanidade.

Leave a comment

Filed under Uncategorized

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s